Chris Del Gatto: “Fornecemos capital para empresas inteligentes”

Chris Del Gatto, CEO e cofundador da DELGATTO DIAMOND FINANCE FUND L.P, um credor não bancário com sede em Nova York para a indústria de diamantes e joias, começou sua carreira como cortador de diamantes quando tinha apenas 17 anos. No início dos anos...

Ontem

Projecto Lunhianga: “As previsões para este ano apontam para produção de cerca de 100 mil quilates de diamantes”

Informação avançada, pelo coordenador da comissão de gestão do Projecto Lunhinga da Endiama, Adérito Gaspar, aponta para uma baixa de produção devido à pandemia, mas com boas perspectivas diante do potencial dos kimberlitos de Camatchia, em produção...

19 de outubro de 2020

A crise é o caminho para o desenvolvimento

Maria Krasnova pertence à segunda geração dos joalheiros de São Petersburgo. Ela é filha de Pavel Sokolov, o fundador de ‘Samotsvety ot Sokolova’ (Gems by Sokolov), um joalheiro e especialista em gemologista famoso por sua coleção de pedras preciosas...

12 de outubro de 2020

Gaetano Cavalieri: Os produtores de diamantes não insistem mais que os clientes comprem o que lhes é oferecido

O Dr. Gaetano Cavalieri atuou nos últimos 19 anos como presidente da CIBJO, a Confederação Mundial de Joalheira. Unindo associações nacionais de joias e pedras preciosas de mais de 40 países, incluindo a Rússia, e muitas das principais corporações do...

05 de outubro de 2020

O valor do ouro e diamantes

A Initiatives in Arts and Culture e a De Beers co-organizaram recentemente um webinar sobre o valor do ouro e dos diamantes. O webinar, moderado por Mickey Alam Khan, o fundador e editor do Luxury Daily, contou com Jeffrey Christian, fundador e diretor...

28 de setembro de 2020

De Beers reduz preços para pedras menores

24 de setembro de 2020
expert_06052020_de_beers_sales.png
Crédito de imagem: De Beers


A De Beers baixou os preços dos diamantes menores em uma tentativa de atrair clientes de volta ao mercado depois que a pandemia de COVID-19 reduziu o apetite por diamantes.
A gigante dos diamantes iniciou sua oitava Visão de 2020 na segunda-feira e reduziu os preços de diamantes em bruto menores em mais de 10%, de acordo com pessoas não identificadas citadas pela Bloomberg.
A De Beers cortou os preços das pedras maiores e mais caras no mês passado, sua primeira redução desde que o coronavírus atingiu o mundo.
A Bloomberg opinou que os cortes refletem que a empresa de diamantes acredita que a demanda voltou, embora a um preço mais baixo, mesmo para pedras menores onde o mercado tem lutado.
O presidente-executivo da De Beers, Bruce Cleaver, também disse recentemente que os mercados de diamantes mostraram alguma melhora contínua ao longo de agosto e até setembro, à medida que as restrições da Covid-19 continuavam a diminuir em vários locais e os fabricantes se concentravam em atender à demanda de varejo por diamantes polidos.
Ele disse que o sentimento geral da indústria se tornou mais positivo à medida que joalheiros nos principais mercados consumidores dos EUA e da China ganharam confiança antes da importante temporada de festas de fim de ano, apoiada pela forte demanda por joias de diamantes de noiva nos mercados.
Os sexto e sétimo ciclos de vendas da De Beers em 2020 geraram  116 milhões e 320 milhões de dólares, respectivamente.
O ciclo 7 deste ano se firmou em comparação com  287 milhões de dólares realizados ao mesmo tempo, um ano antes.
A recuperação na demanda de diamantes em bruto no sétimo ciclo de vendas do ano veio após vários meses de atividade de fabricação mínima e padrões de demanda interrompidos em todos os principais mercados.

Mathew Nyaungwa, Editor-Chefe do Gabinete Africano, para a Rough&Polished